Postagens

Mostrando postagens de 2019

Caatinga: Bamburral

Imagem
Bamburral, de nome científico Hyptis umbrosa, é uma planta pertencente à família das Lamiaceae, também conhecida como moleque duro e maria-preta. É nativo da região Nordeste do Brasil, nas áreas de caatinga, sendo bastante utilizada para embelezar os jardins em todo o território brasileiro.
Além de sua função ornamental, o bamburral também é usado para curar problemas do aparelho digestivo e reumatismo em idosos.
Características do bamburral
O bamburral é um arbusto perene e ereto que apresenta folhas elípticas, ovadas ou cordiformes, flores roxas em espigas e um pequeno fruto capsular.
Ocorre principalmente em áreas abertas, formando grandes manchas uniformes. Muitas espécies de insetos, principalmente as abelhas, visitam suas flores para coletar néctar. O bamburral pode ser utilizado para aumentar a disponibilidade de recursos alimentares utilizados pelas abelhas.
Trata-se de uma planta ramificada com ramos lenhosos e que alcança até dois metros de altura, mas quando são cultivadas em jar…

10 ervas que ativam e acalmam o cérebro

Imagem
Hoje o Natureza Bela compartilha uma postagem de um ótimo blog - Club Orgânico (https://medium.com/clube-organico).

O cérebro é o órgão responsável por coordenar todas as funções do nosso corpo e, por isso, melhorar a sua atividade significa aumentar o nosso bem-estar. Pensando nisso, a Food Matters lançou a lista das ervas mais poderosas que existem no que diz respeito a eficiência cerebral.
Os benefícios vão desde aumento da capacidade de memória até melhoras de humor. 
Curioso? A gente explica
Centella Asiática  Super-memória ativar!Nativa do Sudeste Asiático, Austrália e Índia, ela é conhecida por aumentar a circulação sanguínea e estimular a memória. Mais especificamente, esta é uma erva adaptogênica*, o que significa que ela ajuda o seu corpo a se adaptar a situações do dia-a-dia que geram estresse.
*Ervas adaptogênicas compreendem um grupo de extratos de plantas que apresentam as seguintes ações terapêuticas: aumento da atenção e da resistência à fadiga e redução dos efeitos provoc…

A importância das abelhas!

Imagem
A polinização é o transporte de pólen de uma flor para a outra. É através desse processo que as flores são fecundadas, dando início ao desenvolvimento de frutos e sementes. Ela pode ser feita pela água, pelo vento e por muitos animais, como borboletas e beija-flores. Mas o animal mais famoso pela capacidade de polinização - e é de fato o mais eficiente - é a abelha, pois é mais rápida, consegue voar em ziguezague e, após um tempo com a colônia instalada em certo local, consegue saber qual o melhor horário para coletar pólen (elas observam a flora próxima à colmeia e associam com a intensidade da luz do dia).
A vida das abelhas é crucial para o planeta e para o equilíbrio dos ecossistemas, já que, na busca do pólen, sua refeição, estes insetos polinizam plantações de frutas, legumes e grãos. Esta polinização é indispensável, pois é através dela que cerca de 80% das plantas se reproduzem. Como alertava Einstein “se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais …

Cebola e Alho Podem Reduzir o Risco de Câncer

Imagem
Mas uma vez compartilhamos interessante artigo do site megacurioso.com.br. O artigo mostra uma forma fácil de reduzirmos os riscos de contrairmos uma doença que pode afetar qualquer órgão ou tecido do corpo e que surge a partir de um erro que ocorre na divisão das células do corpo, dando origem a células anormais - O Câncer

Quem conhece a culinária porto-riquenha sabe que cebola e alho têm presença garantida em diversos pratos e, mais do que isso, são base para alguns dos mais famosos, como o sofrito — uma mistura de temperos que, por sua vez, pode ser utilizada em diversas outras receitas. Agora, um novo estudo encabeçado pelo estudante de doutorado em epidemiologia Gauri Desai, da Escola de Saúde Pública e Profissões de Saúde da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, sugere que além de saborosos, os dois ingredientes são capazes de diminuir o risco de câncer entre as mulheres porto-riquenhas. “Descobrimos que a ingestão combinada de alho e cebola, muito comum entre as mulheres p…

Acelga Arco-ires - Beta vulgaris subsp. cicla var. flavescens 'Bright Lights'

Imagem
A Acelga Arco-íris é uma hortaliça comestível e ornamental. É uma planta atraente para hortas devido ao seu colorido. As cores são devidas a pigmentos vegetais chamados betalaínas. As betalains são encontradas apenas em plantas pertencentes à ordem Caryophyllales e, curiosamente, o gênero de fungos Amanita.
Nas folhas propriamente ditas são apenas dois tons: verde ou vinho. Já as nervuras e os talos chamam a atenção de longe por, conforme o cultivar da herbácea, serem brancos, amarelos, cor-de-rosa, laranja e até vermelhos. Independentemente da opção escolhida, uma coisa é certa: a acelga-ornamental não passará batida.
Valor Nutricional Rica em antioxidantes e nutrientes como o cálcio e magnésio, a acelga-ornamental fica uma delícia crua em saladas; refogada com outros legumes e hortaliças; no recheio de tortas e massas; e até substituindo a couve nos tradicionais charutinhos da culinária árabe.
Cultivo
A acelga é fácil de cultivar e incrivelmente rica em nutrientes. Se deixada no chã…

Bacaba - Oenocarpus bacaba

Imagem
Classificação científicaReino:Plantae
Divisão:Magnoliophyta
Classe:Liliopsida
Subclasse:Commelinidae
Ordem:Arecales
Família:Arecaceae
Tribo:Areceae
Subtribo:Euterpeinae
Género:Oenocarpus
Espécie:O. bacaba

A bacaba, bacaba-açu ou bacaba-verdadeira (Oenocarpus bacaba) é uma palmeira nativa da Amazônia. Distribui-se por toda Bacia Amazônica, com maior freqüência no Amazonas, Pará, Acre, Tocantins e no sul do Maranhão. É bastante utilizada em construções rústicas e no paisagismo da região norte.

Possui como habitat a mata virgem alta de terra firme. Também se acha na floresta do Pacífico, no oeste da Colômbia. É uma palmeira monocaule de porte alto e estipe liso. Pode atingir até 20 metros de altura e 20 a 25 cm de diâmetro.

As folhas das bacabeiras são pinadas (como penas), sendo os folíolos emitidos na nervura central.


As inflorescências têm ráquila (eixo central) ramificada, de onde desabrocham as flores. Suas flores amareladas ou avermelhadas são unissexuadas e na proporção de uma feminina para du…