Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Pega-pinto - Boerhavia diffusa L.

Imagem
CLASSIFICAÇÃO:Nome comum:pega-pinto, agarra-pinto, bredo-de-porco, erva-de-porco, batata-de-porco,    tangaracá, erva-tostão (Brasil), yerba tostada, yerba tutón (Argentina), etc.Família:NyctaginaceaeSinonímia:Boerhavia diffusa var. hirsuta (Jacq.) Kuntze, Boerhavia diffusa var. mutabilis R.     Br., Boerhavia erecta L., Boerhavia coccinea Mill., Boerhavia caribaea Jacq., etc. Obs.:Boerhavia hirsuta Willd.(ilegítimo), Boerhavia hirsuta Jacq.(legítimo).Origem e Habitat:Nativa do Brasil (Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pantanal).
Características:O gênero Boerhavia descrito por Carl von Linnaeus, em 1753, inclui aproximadamente 50 espécies vegetais, e o nome do gênero foi em homenagem ao médico, químico e botânico holandês Hermann Boerhraave. 
Trata-se de uma herbácea bienal ou perene, suculenta, medindo de 50 cm a 1,0 m de altura, com muitos ramos vegetativos rasteiros e poucos ramos eretos, pilosos, de onde partem folhas pequenas, simples, opostas, ovadoblongas de margens on…

Oiticica - Licania Rígida

Imagem
CLASSIFICAÇÃO:Nome comum:OiticicaSinonímia:Moquilea tomentosaFamília:ChrysobalanaceaeOrigem:BrasilCiclo de Vida:Perene
Características gerais:
A oiticica é uma planta da família Chrysobalanaceae, endêmica na caatinga e na vegetação típica da faixa de transição entre o sertão semi-árido do Nordeste e a região Amazônica (Mata dos Cocais) sendo encontrada nos Estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. Tem grande importância, quer pelo aspecto ambiental de ser uma espécie arbórea perene sempre verde que preserva as margens dos rios e riachos temporários na região da caatinga, quer como espécie produtora de óleo. Durante todo o ano, inclusive nos períodos de seca, comuns às regiões de ocorrência natural dessa planta, mantém-se verde e fornece sombra ao homem e diversos outros animais.
madeira:
A madeira é branca e de fibras entrelaçadas, muito resistentes ao esmagamento. A planta alcança facilmente 15 m de altura e ramifica-se pouco acima do chão e a copa pode atingir até 15-20 m …

Conheça alguns insetos que são mestres da camuflagem

Imagem
Na natureza, existem muitas maneiras de se proteger de potenciais predadores: um casco protetor, veneno, tamanho ou velocidade, entre outros fatores. Mas talvez nenhuma forma de proteção seja tão astuta como a camuflagem. Você já teve a oportunidade de conferir aqui no Mega Curioso algumas das borboletas que se encaixam nesse perfil. A camuflagem como forma de proteção se confirma especialmente verdadeira entre os insetos, cuja forma do corpo permite uma impressionante variedade de mimetismo biológico. Alguns desses insetos podem ser indistinguíveis no seu meio. Confira abaixo alguns exemplos incríveis dessas espécies que são mestres no disfarce. 1 – Louva-a-deus “folha-seca” O bicho-folha-seca (ou louva-deus “folha seca”) parece que foi coberto de folhas mortas. Mas, algumas dessas "folhas" são, na verdade, partes do seu próprio corpo. A camuflagem incrivelmente convincente ajuda a escondê-lo dos predadores, mas também o auxilia na busca de suas próprias presas. 2 – Gafanhot…