Pages

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Temperos para se plantar em casa: Cebolinha


Allium fistulosum , comumente chamado de cebolinha, cebola verde longa, cebolinha japonesa. A cebolinha é uma espécie de planta perene. O nome comum "cebola galês" não se refere ao País de Gales, mas deriva de um uso quase obsoleto de "galês" no sentido "estrangeiro, não-nativo", pois as espécies são nativas da China, embora cultivadas em muitos lugares e naturalizadas em locais espalhados na Eurásia e na América do Norte.

A espécie é muito semelhante em sabor e odor à cebola comum relacionada, Allium cepa e híbridos entre os dois (cebolinha). A cebola galês, no entanto, não desenvolve lâmpadas, e possui folhas vazias (fistulosum significa "oco") e escamas . As grandes variedades da cebola galês se assemelham ao alho - poró, como o japonês negi, enquanto variedades menores se assemelham a cebolinha. Muitas cebolas galesas podem se multiplicar formando grumos perenes de folhas perenes. Ao lado do uso culinário, também é cultivada em uma planta ornamental .

Historicamente, a cebolinha era conhecida como o cibol. Em Cornwall, eles são conhecidos como chibbles.


Reino: Plantae
Divisão: Angiosperma
Classe: Monocotiledóneas
Ordem: Apiales
Família: Alliaceae
Género: Allium
Espécie: A. fistulosum

Características


É uma planta vivaz, que se desenvolve em tufos muito densos. Apresenta folhas verde-escuras, roliças, que atingem no máximo 30 cm de altura. Em junho, cobrem-se de flores rosa-pálido, semelhantes a pompons. Tais flores devem ser imediatamente retiradas para que as novas folhas possam rebentar. As folhas frescas têm um agradável e suave sabor parecido com o da cebola, sendo especialmente utilizadas cruas em saladas, em pastas de queijo fresco e também em pratos de ovos e queijo. Usam-se suas folhas como condimento, sendo muito apreciada no molho tártaro.

Cultivo

A cebolinha-verde é uma planta perene, sendo cultivada China e no Japão desde a antiguidade. Há muitas cultivares de cebolinha-verde, principalmente na Ásia, onde há cultivares altas e baixas.
  • Clima
Veja também:
Coentro
Salsa
Manjericão  


A cebolinha-verde cresce melhor em temperaturas indo de 13°C a 24°C, mas há cultivares que podem suportar baixas temperaturas e há cultivares que podem crescer bem em altas temperaturas.  
  • Luminosidade
A cebolinha-verde necessita de luz solar direta ao menos por algumas horas diariamente.
Cebolinha-verde.
  • Solo
Cultive de preferência em solo bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica. A cebolinha-verde é uma planta bastante rústica e crescerá bem em quase qualquer solo, exceto os solos sujeitos a encharcamento e os muito ácidos.
  • Irrigação
Irrigue com frequência para que o solo seja mantido úmido, mas sem que fique encharcado. A planta adulta é relativamente resistente a curtos períodos de seca.
  • Plantio
A cebolinha-verde pode ser cultivada através de sementes ou da divisão de touceiras formadas por plantas adultas.

As sementes podem ser plantadas diretamente no local definitivo ou em sementeiras, transplantando as mudas quando estas se tornam grandes o suficiente para serem manuseadas.
O método de plantio pela divisão de touceiras consiste em separar cada planta da touceira, colher as folhas mais desenvolvidas e plantar cada planta espaçadamente na mesma profundidade em que se encontrava anteriormente.

Algumas cultivares de cebolinha-verde se propagam vegetativamente menos frequentemente, e portanto não são adequadas para o método de plantio por divisão.

A cebolinha-verde, tal como a cebolinha-francesa, pode ser facilmente cultivada em vasos e jardineiras e até em garrafas pet. 
  • Tratos culturais
Retire, se necessário, plantas invasoras que estejam concorrendo com a cebolinha-verde por nutrientes e recursos.

Se o objetivo é colher o pseudocaule, periodicamente amontoe terra junto à planta para obter longos pseudocaules brancos.

  • Colheita
A colheita de folhas da cebolinha-verde pode começar entre 75 e 120 dias após o plantio, dependendo da cultivar e das condições de cultivo. As folhas devem ser colhidas por inteiro, junto à base, e não pela metade. A planta também pode ser colhida inteira, para aproveitamento do pseudocaule. Neste caso a colheita é realizada por alguns horticultores cerca de 3 meses após o plantio, enquanto outros deixam a planta crescer por 9 meses ou mais. 
  • Uso
Usam-se os talos em saladas de verduras e de batatas, omeletes e vários outros pratos com ovos. Podem ainda ser salpicados em sopas, batatas assadas, purê de batata ou servidos crus na decoração de pratos.

No Brasil é uma das plantas mais utilizadas como tempero, e em conjunto com a salsinha forma um condimento conhecido como cheiro-verde.


Você também vai gostar:


Fonte: 
https://pt.wikipedia.org
https://www.greenme.com.br
https://comofazerumahorta.com.br 

Galeria:
















0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About