Udu-de-coroa-azul - Momotus momota

 

O udu-de-coroa-azul é uma ave coraciiforme da família Momotidae. Também conhecido como udu, uru, juruva, tropeiro, duro-duro ou martim-pescador-da-mata-virgem (Pantanal do Mato Grosso do Sul). A subespécie Momotus momota marcgraviana, do nordeste, está cada vez mais rara devido à redução de seu habitat, a Mata Atlântica.

Nome Científico

Seu nome científico significa: de momotus nome específico para esta ave (Linnaeus, 1766); e de momota corruptela de momot = nome Azteca mencionado por Hernandez (1651) para um pássaro com coroa azul, do tamanho de um pombo que habitava as regiões tropicais.  

Características

O udu-de-coroa-azul pode medir entre 41 e 46 centímetros de comprimento. A subespécie M. m. momota pesa 145 gramas.

As partes superiores da ave são verdes, tornando-se azuis na cauda inferior, e as partes de baixo são verdes ou possuem coloração ferruginosa, dependendo da subespécie. A cabeça possui uma coroa negra, circundada por uma faixa roxa e azul. Há uma máscara negra e a nuca do animal é castanha. A cauda é longa, com as penas centrais mais compridas do que o corpo e com as demais menores e escalonadas. Na ponta das penas centrais aparecem duas raquetes, onde as franjas laterais da pena foram perdidas e restou somente a ponta. Essa estrutura chama ainda mais a atenção quando a juruva movimenta a cauda lateralmente, em especial quando sente-se observada. Ela origina-se da perda, natural, das estruturas laterais da pena após sua formação.

Manifestações sonoras: O canto é semelhante ao de uma coruja, emitido mais freqüentemente no clarear e escurecer, embora possa ser escutado a qualquer hora do dia e da noite. Começa com um chamado curto, grave, acelerado (entendido como udu ou duro). Quando outra juruva responde, aceleram o canto e aumentam o número de “udus” (a interpretação onomatopéica do canto passa a ser juruva).


Fontes:

https://www.wikiaves.com.br/

https://pt.wikipedia.org/









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Algumas flores encontradas no Nordeste.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)