Natureza Perigosa - A ave mais perigosa do mundo

O casuar (Casuarius spp) é a ave mais perigosa do mundo. Com garras afiadas, o animal pode correr até 50 km/h. Seus saltos podem alcançar uma distância de até 7m e a altura de até 1,5 metros. A fêmea da espécie costuma chegar a medir cerca de 1,70 m de comprimento e pesar 59 KG. Possuem cabeça e pescoço sem penas, na cor azul e vermelho negrito, o restante do seu corpo é coberto pelo preto ou por um marrom escuro.

A ave pertence ao grupo de aves ratitas de grande porte, nativas do nordeste da Austrália, Nova Guiné e ilhas circundantes. São aves curiosas que costumam imitar movimentos de humanos depois de observá-los atentamente, embora não sejam muito amigáveis ou domesticáveis. As três espécies de casuar existentes pertencem à família Casuariidae e são juntamente com o avestruz, a ema, o avestruz-somali e o emu as maiores aves existentes na atualidade.

Alimentação: Frugívoro. Mas também podem se alimentar de insetos, pequenos vertebrados e fungos.

Reprodução: A fêmea da espécie é poliândrica, pois ela propiciará com 2 ou 3 machos. Faz seu ninho no chão sobre uma camada de vegetação, e geralmente deposita 4 ovos que serão incubados por até 61 dias.

Expectativa de Vida em Cativeiro: Entre 20 a 40 anos.

Apesar de parecer um animal imune à domesticação, um estudo recente indicou que, há 18 mil anos, pessoas na Nova Guiné podem ter criado filhotes de casuares. Esse seria o primeiro exemplo conhecido de humanos domesticando aves, milhares de anos antes da galinha. 

Algumas tribos da Nova Guiné têm o hábito de assaltar os ninhos e criar os juvenis até à idade adulta, quando são vendidos ou mortos para consumo local. As penas coloridas são também uma fonte de interesse e o motivo pelo qual no passado os colonos europeus caçaram abundantemente este animal. Atualmente as três espécies de casuar estão ameaçadas pela destruição de habitat e encontram-se protegidas por lei.

A plumagem do casuar é abundante e de cor acinzentada, com penas coloridas na base do pescoço. Estas aves têm uma crista encarnada no alto da cabeça, que cresce devagar durante os primeiros anos do animal e tem função desconhecida. O grupo não tem dimorfismo sexual significativo, sendo as fêmeas apenas um pouco maiores e mais coloridas. Uma característica distintiva é a presença de uma garra em forma de punhal presente no dedo interno. Como nos outros strutioniformes, o casuar tem as asas atrofiadas e três dedos em cada pata

É considerada a ave mais perigosas para o homem, pois sua patada pode equivaler a mesma força de um pequeno punhal, podendo até decepar um membro. Em abril de 2019, na Flórida, um casuar atacou um homem de 75 anos que acabou por falecer em consequência dos ferimentos causados pelo ataque do animal, mantido em sua residência. Marvin Hajos era criador da ave e sofreu um ataque do pássaro ao cair no próprio quintal e não conseguir se levantar. O homem ainda ligou para emergência, mas não obteve sucesso.


Fontes: 

https://www.parquedasaves.com.br/

https://super.abril.com.br/

https://pt.wikipedia.org/

https://www.bbc.com/

https://ricmais.com.br/

https://www.zoo.df.gov.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Algumas flores encontradas no Nordeste.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)