Natureza Mortal - Animais Extremamente Perigosos

De aranhas a crocodilos e cobras, as espécies mais perigosas da Mãe Terra não devem ser confundidas. Nem que seja pela razão de que, quando eles atacam, as consequências são geralmente catastróficas. E por esta razão, reunimos uma lista para revelar as espécies mais perigosas do mundo que você deve ignorar a todo custo – muito provavelmente as consequências (como mordidas ou picadas) não estão incluídas no seu seguro de saúde.

Não se aproxime

Habitats secos, como a África e a Índia, são onde você encontrará a terrível Víbora com escamas de serra – o tipo de víbora que gosta de caçar à noite. Certo, essa víbora também tem uma picada tão venenosa que pode causar distúrbios no sangue e até hemorragia no cérebro. Como se isso não fosse assustador o suficiente, esta víbora mata mais pessoas do que qualquer outra cobra no mundo.

Terror flutuante

À primeira vista, a Caravela Portuguesa parece deslumbrante, não há dúvida sobre isso. No entanto, ela é muito perigosa e sua picada, além de doer, pode tornar-se grave. O perigo dela está principalmente nos tentáculos, que têm células urticantes, chamadas de cnidas. Quando em contato com a pele de seres humanos, a caravela-portuguesa pode vir a soltar toxinas venenosas, que causam diferentes efeitos no corpo da pessoa atingida. Ela não é uma água-viva, é um sifonóforo da família dos animais marinhos do filo Cnidaria. O que significa que, quando picado, ele deixa vergões enormes que lembram marcas de chicote. A dor de uma única picada pode causar uma dor terrível – mantenha os olhos bem abertos quando estiver nos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico.

De arrepiar

Sem dúvida, o Grande Tubarão Branco está na lista, como se isso estivesse em dúvida. Maior predador do planeta, o tubarão branco é uma tremenda máquina de matar, com um peso de quase duas toneladas e até oito metros de comprimento. Equipado com dentes super afiados e centenas de sensor...  O tubarão-branco é ágil, apesar de todo o seu tamanho. O motivo de sua destreza está no esqueleto sem ossos, formado por cartilagens e fortalecido por depósitos de cálcio, o que o torna mais leve.

Mais inteligente que um aluno da 5ª série

A África Subsaariana é onde você encontrará o sábio e astuto Búfalo Africano. Tudo o que você precisa saber, além do fato de que esses caras poderem pesar cerca de 900 kg, é que eles caçam leões, elefantes, humanos e outras presas grandes.  São considerados um dos animais mais perigosos da África e existem até mesmo lendas de machos velhos perseguindo e matando humanos sem provocação. Mas aqui está a melhor parte (como se pudesse haver uma), Búfalo Africano lembra de cada presa que eles já encontraram, independentemente do tempo. Enquanto eu não lembro nem o que eu comi no almoço de ontem kkkkkkkkkkkk. Além da memória, o animal tem excelentes olfato, corrida, visão e não perdoa quem mexeu com ele. Busca vingança até a morte e, mesmo sendo vegetariano, vai massacrar a vítima pra jogar fora. Meu conselho, melhor jamais encarar um búfalo!

Tome Cuidado!

Se você se encontrar no Oriente Médio, na África, Américas ou mesmo nos habitats do deserto e matagal, você encontrará o Escorpião Amarelo. Raramente esta espécie é perigosa para os adultos, mas devemos avisá-lo que uma única ferroada possui veneno suficiente para colocar em perigo a vida de crianças e idosos. Carregado com neurotoxinas, o veneno leva as vítimas a um choque anafilático; pelo lado bom (se houver), se o antídoto for administrado a tempo, as chances de sobrevivência aumentam drasticamente. O Escorpião Amarelo Brasileiro é o terceiro mais venenoso do mundo.

8 em 1

Curiosidade: O polvo-gigante-do-Pacífico é o maior de todos os polvos, podendo atingir uns impressionantes nove metros entre as pontas dos braços e 250 quilos e são predadores perigosíssimos. Cada um de seus oito tentáculos é cobertas por ventosas para pegar a presa, que então usam para se alimentar em sua enorme boca que tem uma rádula, ou uma “língua com dentes”. Esses animais têm o cérebro mais complexo dos invertebrados. Assim como os vertebrados, eles também têm memórias de longo e curto prazo. Esta espécie de polvo em particular, chama a atenção pelos seus nove cérebros e três corações que impulsionam o seu sangue azul através deste grande corpo mole.

As aparências enganam

Chame-os do que quiser, caracóis cônicos ou cascas de cones ou conus, esta espécie predatória parece fofa, mas é a espécie animal mais venenosa do mundo. Essa espécie de caracol, cujo nome científico é Connus pannaeus possui um veneno poderosíssimo formado por centenas de compostos, muitos deles encontrados até em venenos de cobra. Possui uma substância que é particularmente centenas de vezes mais potente que a morfina. Pesquisas revelam que apenas uma gota do veneno desse “dócil” animal é suficiente para matar 20 pessoas adultas. E o pior: não há antídoto para o seu veneno. Por essa razão, se você mora perto de mares quentes e tropicais, tenha seu provedor de seguro de saúde na discagem rápida. 

Hipo – Hipopótamo

Constituem o terceiro maior animal de vida terrestre no que diz respeito ao peso, podendo pesar até 3 toneladas: as únicas espécies em média mais pesadas são os rinocerontes-brancos e os rinocerontes-indianos, bem como os elefantes. Tem um comprimento, em média, de 3,5 m e uma altura de 1,5m. O hipopótamo é um dos maiores quadrúpedes e, apesar do seu aspecto entroncado e patas curtas, consegue facilmente ultrapassar um ser humano numa corrida. Há registos de velocidades de 30 km/h atingidas por hipopótamos em curtas distâncias. É um animal altamente agressivo e de comportamento imprevisível, sendo considerado um dos animais africanos mais perigosos. Hipopótamos tem mandíbulas poderosíssimas. Com frequência submersos em açudes e rios, esses bichos podem até gostar de relaxar na água, mas são um dos animais mais agressivos da Terra. Eles conseguem quebrar uma canoa ao meio com apenas uma mordida, e matam mais pessoas na África que qualquer outra doença, exceto a malária. Esses enormes animais costumam ser mais territoriais na água, mas também respondem rápido a ameaças em solo.

Mosquito

Quando pensamos em animais "mortais", é comum vir em mente o leão, a serpente, o tubarão, o hipopótamo, o escorpião... Quando você parar de rir do fato dos mosquitos estarem em nossa lista uma, vamos falar algumas coisas que você precisa saber. Conforme relatado pela Organização Mundial da Saúde, doenças transmitidas por mosquitos matam cerca de 725 mil pessoas por ano em todo o mundo. O inseto é 180 vezes mais letal que cobras, hipopótamos e tubarões, segundo o levantamento da Fundação Bill e Melinda Gates. Enquanto as serpentes causam aproximadamente 125 mil mortes anuais, os mosquitos, como já falamos, matam cerca de 725 mil pessoas por ano no mundo. Isso porque são responsáveis por transmitir várias doenças. Alucinante é um eufemismo neste caso! Os mosquitos transmitem doenças como a malária e a febre amarela, portanto, apenas uma picada é suficiente para causar danos graves. Não é mais tão engraçado, hein?

Polvo Estrangulador

O polvo-de-anéis-azuis (Hapalochlaena maculosa) é uma espécie de polvo conhecida pelos visíveis anéis azuis no seu corpo e pelo veneno muito poderoso que possui. O polvo de anéis azuis vive na costa da Austrália e é muito pequeno, possuindo apenas 12 cm. O seu veneno é uma grande mistura de compostos tóxicos conhecidos como tetrodotoxina, é capaz de matar as vítimas com grande facilidade, sendo que uma dose é capaz de matar 20 homens. Se equipara ao veneno do Conus, um caracol marinho igualmente venenoso. Poucas vezes se pensaria num polvo como um animal venenoso e, contudo, esta espécie que habita na Grande Barreira de Coral Australiana e é um dos animais mais venenosos do planeta. A quantidade de veneno de uma mordedura deste polvo, é suficiente para matar em poucos minutos vinte pessoas ou um animal do tamanho de um búfalo com cerca de 1200 Kg. Por sorte, os acidentes com humanos são raríssimos, já que não há antídoto para o veneno deste polvo. Mas se sentir, mesmo que remotamente, sob ataque, ele atacará e começará a asfixiar suas vítimas.

O Vilão Final

Apesar do que Hollywood o levou a acreditar, as hienas não são burras. São os caçadores mais bem-sucedidos de toda África, são inteligente e amoroso e tem intricadas relações sociais comparáveis às de primatas. Os filhotes das fêmeas-alfas herdam a posição social imediatamente abaixo das mães, semelhante ao que ocorre em uma monarquia. As hienas-malhadas são capazes de caçar um búfalo e filhotes de elefantes, caçando sozinhas ou em bandos. Seus maxilares são capazes de estilhaçar ossos, ao passo que os estômagos altamente ácidos desintegram os fragmentos.

Mamba Número Cinco

A mamba-negra (Dendroaspis polylepis) é uma espécie de cobra grande e extremamente venenosa pertencente à família Elapidae. É nativa de partes da África Subsariana. É a segunda cobra venenosa mais longa depois da cobra-real; espécimes adultos geralmente excedem 2 m e normalmente crescem até 3 m, mas já foram encontrados indivíduos de 4,3 a 4,5 m. Em superfícies adequadas, pode se mover a velocidades de até 16 km/h por distâncias curtas. As mambas-negras adultas têm poucos predadores naturais. É encontrada na África do Sul, Quênia, Tanzânia, Zâmbia, Zimbábue, Moçambique, Botswana, Angola e Namíbia. A mamba-negra é a cobra mais temida na África por causa de seu tamanho, agressividade, toxicidade do veneno e velocidade de início dos sintomas após o envenenamento. O veneno é majoritariamente neurotóxico e os sintomas costumam se tornar aparentes em cerca de dez minutos. Os sinais neurológicos iniciais que indicam envenenamento grave incluem gosto metálico, pálpebras caídas (ptose) e sintomas graduais de paralisia bulbar. Outros sintomas neurológicos incluem miose, visão turva ou diminuída, parestesia, disartria, disfagia, dispneia, dificuldade em lidar com a saliva, reflexo de vômito ausente, fasciculações, ataxia, vertigem, sonolência, perda de consciência e parada respiratória. Outros sintomas mais gerais incluem náuseas e vômitos, dor abdominal, diarreia, sudorese, salivação, arrepios e olhos vermelhos. A picada de uma mamba-negra em um humano pode causar colapso em 45 minutos ou menos. Sem tratamento apropriado, os sintomas geralmente progridem para insuficiência respiratória, que leva ao colapso cardiovascular e morte. Isso geralmente ocorre em 7 a 15 horas. 😲😲😲😲

Infelizmente, Um Parasita

A mordida de uma mosca tsé-tsé é uma experiência extremamente desagradável. Não é como a de um mosquito, que pode inserir sua fina língua diretamente no sangue, muitas vezes sem o alvo perceber: a boca dela tem minúsculas serrilhas que rompem a pele para poder sugar o sangue. Para piorar a situação, várias espécies de mosca podem transmitir doenças. Uma das mais perigosas é causada por um parasita: a doença do sono ou Tripanossomíase Humana Africana (THA), para dar o nome oficial. Sem tratamento, ela é normalmente fatal. Não presuma que é somente uma mosca, na verdade é um parasita – que precisa do sangue de um vertebrado para viver. Após a mordida inicial, os sintomas da doença do sono muitas vezes começam com febre, dores de cabeça e dores musculares. À medida que ela avança, os infectados ficam cada vez mais cansados - é de onde a doença recebe seu nome.

Pedra Ou Peixe

Conheça o Synanceia verrucosa, conhecido no Brasil como Peixe-Pedra, o peixe mais venenoso da Terra. encontrado na Nova Zelândia, na Austrália e em algumas regiões do Brasil. Confundidos facilmente com pedras ou corais, eles sobrevivem até um dia fora d'água. Sendo o peixe mais venenoso conhecido atualmente, sua ferroada pode ser fatal para os seres humanos. Pode ser encontrado no Oceano Pacífico e Índico e mede entre 30 e 60 centímetros. Se uma pessoa pisar um peixe pedra, o que acontece várias vezes, o seu veneno causa dor intensa e intratável, pois nem a morfina consegue aliviar a dor. A pessoa é forçada a aguentar uma dor insuportável durante várias horas. Há mesmo relatos de pessoas que depois de pisarem em um peixe pedra, chegam a pedir aos médicos que amputem o membro infectado com o veneno, pois não há nada que alivie a dor provocada pelo seu veneno. A sua picada pode ser fatal para as crianças e pessoas idosas se não houver cuidados médicos. Existem relatos não comprovados, que pessoas que sofrem de artrite ou osteoporose, tiveram melhorias de mobilidade e redução da dor causada pela doença após o acidente com o peixe. Outro relato não comprovado é que a dor da picada pode voltar com intensidade similar anos após o acidente.

Abelhas Assassinas

Parece mentira que um bichinho tão pequeno seja capaz de causar a morte de alguém. Mas, segundo a Empaer-MT, é tudo verdade no que se refere às abelhas africanas, que ultimamente tem invadido as cidades e ameaçado moradores. Durante a década de 50, o Brasil “fabricou” a Abelha Africana, um híbrido de diversas espécies de abelhas africanas e europeias. A intenção deles era boa, era para aumentar a produção de mel. No entanto, o que aconteceu foi na verdade uma abelha parecida com Frankenstein, comumente referida como “Abelha assassina”, pois tem um comportamento altamente agressivo. Oh. Além disso, essa abelha altamente agressiva escapou do cativeiro e se espalhou pelas Américas – matando muitos animais como cavalos e às vezes até humanos. As abelhas africanas atacam em número maior e em apenas 30 segundos são capazes de injetar oito vezes mais toxinas em suas vítimas. Elas são diferentes das europeias, que são muito mais mansas e fáceis de domesticar. Acredita-se que o modo agressivo como os nativos africanos retiravam o mel, ateando fogo nas colônias, teria provocado a formação de um espírito guerreiro na espécie. Assim, ficaram tão preparadas para a autodefesa que percebem vibrações no ar a 30 metros de distância e já se sentem ameaçadas quando alguém chega a menos de 15 metros da colmeia. Quando atacam, podem perseguir sua vítima por mais de um quilômetro. Muitos relatos de morte por abelhas africanas foram registrados no Brasil, de acordo com pesquisas realizadas na área. Mato grosso, chegou inclusive a ser citado em um programa de rede nacional, como sendo berço dessas abelhas.

Até Logo, Crocodilo!

O crocodilo-marinho, crocodilo-de-água-salgada ou crocodilo-poroso (Crocodylus porosus) é o maior réptil existente na atualidade e é extremamente perigoso para o homem. Você encontrará o crocodilo de água salgada em águas doces, salgadas ou nas águas do Oceano Índico-Pacífico. Os machos podem medir entre 6 e 7 metros de comprimento e pesar até 1500 kg, enquanto as fêmeas raramente crescem além dos 2,1 a 3 metros. Estes crocodilos têm a mordida mais forte do reino animal, dizem os cientistas. Sua mordedura tem pressão de até 1.678 kg. Há 85 milhões de anos, crocodilianos mordiam 2 vezes mais forte que T-Rex.

Não é o que você pensou

O Marimbondo-caçador é uma vespa parasitoide que caça aranhas para servirem de hospedeira e futura refeição para suas larvas, que crescem se alimentando dos órgãos não vitais da aranha até terem tamanho suficiente para sobreviverem por conta própria. Na minha região, interior do Ceará, é conhecido como cavalo-do-cão. O entomólogo Christopher K. Starr, do departamento de entomologia da Universidade da Georgia, criou um índice de dor, que vai de 1, bem leve ou indolor, a 4, os mais doloridos de todos; a picada da vespa caçadora de tarântulas foi classificada como nível 4 de dor. A picada da bichinha é tão violenta que pode fazer um ser humano literalmente urrar de dor. O quadro habitual após a picada é dor intensa e eritema local (sinal típico da inflamação, na qual a pele fica com coloração avermelhada devido à vasodilatação capilar). Há também sintomas de edema (inchaço) de intensidade variável, referindo-se a um acúmulo anormal de líquido intersticial constituído principalmente de proteínas e sais. São sinais e sintomas comuns: mal-estar, ansiedade, sudorese (suor), prurido local (coceira), náuseas, tremores e vômitos. Nos indivíduos hipersensibilizados podem ocorrer urticária (alergia na pele) e broncoespasmo (dificuldade na respiração devido à contração da musculatura dos brônquios nos pulmões). Também foram constatados: hipotensão arterial (baixos valores da pressão arterial), inconsciência e choque, podendo evoluir para a morte, caso não ocorra medicação correta. 

Nenhum ursinho por aqui

A menos que você esteja no Ártico, as chances são incrivelmente pequenas de um ataque do Urso Polar(Ursus maritimus). Ainda assim, em qualquer caso, observe que o urso-polar é o mais provável para atacar um humano. Apesar dos filmes sempre retratarem esse urso como um animal inócuo, ele é bastante forte e perigoso. O urso-polar, também conhecido como urso-branco, é uma espécie de mamífero carnívoro da família Ursida e encontrada no círculo polar Ártico. Ele é o maior carnívoro terrestre conhecido e também o maior urso, juntamente com o urso-de-kodiak, que tem aproximadamente o mesmo tamanho. Um urso polar macho pode atingir mais de 2 metros de comprimento e pesar cerca de 600 kg. Com o aquecimento global, que afeta o Ártico duas vezes mais rápido do que o resto do planeta, as camadas de gelo demoram cada vez mais para se formar, o que diminui a presença de focas na região, levando os animais a se aventurarem longe de seu habitat em busca de alimentos.

O Baiacu???  Como Assim?

Fofo? Sim. Perigoso? Extremamente. Quão perigoso estamos falando aqui? De acordo com a National Geographic, eles são o segundo animal mais venenoso em todo o mundo, contudo, entre os peixes, o primeiro lugar é dele . Todos os anos, cerca de cinco pessoas morrem – e muitas outras são internadas – por causa do veneno de um dos peixes mais controversos da culinária mundial: o baiacu (ou Fugu, aquele mesmo que pode se inflar para espantar os inimigos). As mortes acontecem porque o peixe pode liberar Tetrodotoxina (uma neurotoxina 1.200 vezes mais mortal que o cianeto). Mesmo com toda essa força, a morte causada pela Tetrodotoxina não é indolor, apesar de ser rápida. Nos primeiros instantes, lábios e dedos começam a amortecer e apresentar espasmos (nesse ponto, ainda existe tempo de chegar ao hospital para um internamento emergencial). Depois começa a fraqueza muscular e surtos de diarreia e vômito até que os espasmos começam a ser percebidos também nos pulmões. Muitas vítimas sofrem parada respiratória enquanto ainda estão conscientes. A morte vem logo em seguida. Há casos também de "zumbificação" das vítimas. A Tetrodotoxina pode encontrar em sintonia com outras neurotoxinas e fazer com que o corpo seja completamente paralisado, fazendo com que a pessoa apenas pareça morta. Depois as funções cerebrais voluntárias são retiradas e a pessoa torna-se um cadáver que pode se mexer, mas não sabe o que está fazendo.

Assassino Improvável

Mas é apenas um sapinho amarelo... Não é bem assim. Ele é o animal vertebrado mais venenoso da terra. 

O relato é de 1825: no meio da quente e úmida floresta colombiana, um homem quase nu caminha silenciosamente entre as árvores, procurando sua próxima refeição. Ao avistar um macaco distraído, o caçador prepara sua zarabatana. Ele sabe que um único tiro será suficiente para abater o animal, já que a seta disparada está embebida em veneno. O artifício é usado há séculos pelos caçadores indígenas sul-americanos para abater aves, macacos e outros animais pequenos dos quais se alimentam. O veneno vem de rãs de cor amarelo vibrante e com poucos centímetros de comprimento, as Phyllobates terribilis. Um único exemplar da espécie produz veneno suficiente para matar dez homens adultos. Veja, este sapo tem tanto veneno que pode literalmente parar o coração de qualquer animal em minutos. Além disso, lembra como dissemos que o Baiacu era o segundo animal mais venenoso do mundo? Conheça o primeiro.

Sapo-amarelo

Água viva venenosa parece até brincadeira, mas não é!

Vamos só começar dizendo que as água vivas em formato de cubo são as espécies mais tóxicas de água-viva do mundo. A espécie mais conhecida é a vespa-do-mar. Ela está entre as criaturas mais venenosas do reino animal. Chironex fleckeri é a maior das Cubozoa, uma classe pouco estudada dos cnidários. Os membros da classe Cubozoa, coletivamente, são conhecidos cientificamente como cubozoários e são chamados popularmente de vespas-marinhas. A notória vespa-marinha C. fleckeri tem tentáculos de até 3 metros de comprimento cobertos com milhões de nematocitos, organelas urticantes que ao serem tocadas liberam dardos microscópicos que inoculam um veneno extremamente poderoso. Embora a maior parte dos incidentes com C. flickeri não exigirem a hospitalização, dependendo da área afetada (número de picadas), podem resultar em dores excruciantes, sensação de pânico, bradi e taquicardia e até em morte em poucos minutos.


SSSSerpente

Cascavel-de-chifres é uma cobra com aproximadamente 75 centímetros de comprimento e que vive em tocas de zonas áridas e desérticas do sudoeste norte-americano e do nordeste do México. Também chamada cascavel-chifruda tem seu corpo coberto por manchas dorsais. O padrão de cores consiste em tons que se confundem com o solo; uma mistura de creme com bege, castanho amarelado, marrom e cinza. Estudiosos observaram que essa cobra tem a capacidade de exibir diferentes cores de acordo com a temperatura do ambiente.

Muitas vezes encontrada em áreas desérticas no sudoeste dos Estados Unidos e noroeste do México, a serpente cascavél de chifres não é uma piada. Mesmo que uma mordida não seja fatal, os sintomas de uma mordida são incrivelmente prejudiciais. As mordidas podem causar dor, inchaço e formação de bolhas hemorrágicas. Os sintomas sistêmicos podem incluir náuseas, tonturas, calafrios e choque. Há relatos de que uma simples picada no dedo pode, em pouco mais de duas horas, se alastrar por todo o braço.


Acho que vi um gatinho...

Os linces são felinos de dimensões um pouco maiores que o gato doméstico, podendo pesar até 30kg, encontrando-se em geral entre os 12kg e 20kg, e tem um comprimento que oscila geralmente entre os 80 e 110 centímetros. São felinos de porte médio, costumando ser menores do que as panteras (leões, tigres, leopardos e jaguares) e pumas mas maiores do que os demais gatos selvagens que habitam seu habitat. São em muitos aspectos semelhante a um gato doméstico normal, exceto pelo fato de que eles são bastante mortais. (Ok, muito semelhante a um gato doméstico). Os linces costumam viver principalmente na Eurásia, Canadá e Europa Ocidental, mas independentemente da localização, eles atacarão se forem provocados. Os linces tornam-se violentos uns para com os outros entre os 30 e os 60 dias, com o ponto máximo nos 45 dias. Uma cria normalmente mata o seu irmão numa violenta luta. Desconhece-se por que razão ocorrem estes episódios agressivos. Muitos cientistas acreditam que têm a ver com mudanças hormonais, quando a cria muda do leite da mãe para a carne. Outros julgam que têm a ver com padrões de hierarquia, e de "sobrevivência do mais apto." Os tratadores separam as crias antes de chegar o período de 60 dias.

Se Cuide, Michael Phelps

Michael Phelps não é mais o nadador mais rápido da Terra, todos conhecem o Varano Malaio.  O varano-malaio (Varanus salvator) é uma espécie de lagarto varano da família Varanidae que habita um vasto território incluindo as florestas tropicais do Sudeste Asiático, Índia, Península Malaia, Indonésia, Filipinas, e outras ilhas próximas. Trata-se de um lagarto grande, entre 1.5 e 3 metros de comprimento, parente próximo do famoso dragão-de-komodo. São animais carnívoros e sua dieta consiste de insetos, peixes, anfíbios, répteis, aves e pequenos mamíferos. São hábeis nadadores e não raramente podem ser encontrados em água doce ou salgada. Mesmo que não sejam caçadores fortes, eles têm uma grande vantagem: a saliva. Sim, acabamos de dizer saliva. Eles possuem também bactérias na sua saliva, das quais foram isoladas mais de 28 estirpes Gram-negativas e 29 Gram-positivas. Estas bactérias provocam septicémia nas suas vítimas; se uma mordidela inicial não matar a presa e ela escapa, irá normalmente sucumbir no espaço de uma semana devido à infecção resultante. As bactérias mais mortíferas na saliva destes animais parecem ser uma estirpe altamente mortífera de Pasteurella multocida, segundo estudos realizados com ratos de laboratório. Não há nenhum antídoto específico para suas mordeduras, mas é normal sobreviver-se, se a área afetada for limpa e o paciente for tratado com antibióticos. Se não for tratado rapidamente, pode desenvolver-se gangrena à volta do local ferido, o que pode requerer que a área afetada seja amputada. Como estes lagartos parecem ser imunes aos seus próprios micróbios, muita pesquisa tem sido feita à procura da molécula antibacteriana na esperança que seja útil para a medicina humana.

Vampiros existem

Justamente quando você pensava que Klaus Mikaelson era o vampiro mais perigoso, apresentamos o Morcego-vampiro. Morcegos-vampiros são morcegos cuja fonte de alimento é sangue, um tipo de dieta chamado hematofagia. São animais de hábito gregrário, formando colônias com cerca de 20 a 100 indivíduos machos e fêmeas, podendo chegar até 2000 animais, dependendo da oferta de alimento e das condições climáticas da área onde vivem. Nas colônias observa-se o comportamento social de limpeza e partilha de alimento. É fundamental esclarecer, no entanto, que ataques a seres humanos são raros, estando relacionados a locais onde há carência de outras formas de alimentação. Ainda é importante destacar que estes morcegos, quando infectados pelo vírus da raiva, são também capazes de transmiti-la através da mordida a outros animais, incluindo o homem, no entanto é um evento de ocorrência rara.



Fontes:

https://pt.wikipedia.org

https://webcache.googleusercontent.com

https://educacao.uol.com.br

https://www.carnovels.com

https://territorios.com.br

https://www.oceanario.pt

https://www.agron.com.br

https://www.nationalgeographicbrasil.com

https://www.bbc.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Algumas flores encontradas no Nordeste.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)