18 Plantas tão incríveis que podem dar uma nova cara para sua casa

O poder criativo da natureza não conhece limites. Algumas plantas têm uma aparência tão incomum que podem até deixar os mais desavisados se perguntando se elas são mesmo naturais. Elas lembram chifres de cervo, golfinhos mergulhadores, colares de pérolas e até mesmo pedras. São plantas que parecem ter a capacidade de imitar as mais diversas formas. E a melhor parte é que você pode cultivá-las em sua casa mesmo.

Assim, trazemos hoje para você 18 exemplos extraordinários, daqueles que podem deixar o seu lar com uma atmosfera totalmente renovada.

1. Lithops é um gênero botânico pertencente à família Aizoaceae. As plantas pertencentes a este gênero, frequentemente são chamadas “Pedras Vivas” ou "Plantas Pedra" (do grego lithos=pedra e ops=forma), são originárias de zonas desérticas do sul da África.



2. Rhipsalis paradoxa é uma espécie de planta da família Cactaceae. É endêmico no Brasil. Seu habitat natural é de florestas subtropicais ou tropicais úmidas de baixa altitude. Está ameaçado por perda do habitat. Esta jovem não está usando peruca, e sim parada embaixo de um vaso de parede contendo uma rhipsalis paradoxa



3. Albuca spiralis, comumente chamado saca-rolhas albuca, é uma espécie de planta da família Asparagaceae, nativa das províncias do Cabo Ocidental e do Norte, na África do Sul.



4. Conhecida pela botânica como Greenovia dodrentalis, essas plantinhas lindas possuem pétalas duras, curvas e em várias camadas que lhe conferem a aparência singular de uma rosa. Nativa das Ilhas Canárias, nos últimos tempos, esta espécie vem sendo mais cultivada devido à disponibilidade online de suas sementes, à apreciação estética e praticidade no cuidado.



5. Monilaria obconica é uma espécie da família Aizoaceae descrita pela primeira vez por H.D. Ihlenfeldt e S. Jorgensen. A Monilaria obconica faz parte do gênero Monilaria. Não tem nenhuma subespécie catalogada. Esta espécie é endêmica na região de Namaqualand. 




6. A crassula umbela é uma planta suculenta da família Crassulaceae, muito atraente de até 15 cm de altura quando em flor. É uma planta suculenta com hastes não ramificadas eretas. As folhas são em pares, de cor verde brilhante, com a borda levantada, fundidas em uma estrutura arredondada em torno do caule. As flores são verde-amareladas, com diâmetro de até 1 cm e aparecem no inverno para brotar de inflorescências de até 10 cm de altura.

7. Conophytum é um gênero botânico pertencente à família Aizoaceae. Originárias do sul da África, onde crescem em colinas pedregosas ou rochosas, são plantas formadas por pequenos corpos carnosos que formam grupos compactos de folhas quase esféricas, soldadas a tal ponto de que só uma fenda muito pequena separa as duas folhas. No ambiente selvagem, os grupos de folhas se escondem entre as pedras e em pequenas cavidades, que retêm imperceptíveis depósitos de argila e areia.




8. Aeonium tabuliforme, a planta de aeonium ou pires de topo chato, é uma espécie de planta suculenta da família Crassulaceae, nativa e endêmica de Tenerife nas Ilhas Canárias. Cresce em penhascos úmidos e voltados para o norte e saliências a baixa altitude.


9. Senecio rowleyanus é uma espécie de planta da família Asparagaceae pertencente ao gênero Sansevieria.  Conhecido popularmente como Lança de São Jorge. As hastes pontudas e compridas dão o nome a essa planta. Guerreira até nas condições mais intensas, ela é resistente ao clima seco dos ambientes com ar-condicionado, aos períodos longos de estiagem, e à falta ou excesso de luminosidade.




10. Euphorbia obesa é um gênero de plantas da família das Euphorbiaceae com cerca de 4100 espécies conhecidas, sendo originárias do sul da África. A maioria das Euphorbia são arbustos, mas também há muitas árvores e suculentas que lembram a cactos.



11. Adenium obesum é uma espécie de planta pertencente à família Apocynaceae, nativa das regiões do Sahel, ao sul do Saara, e da África tropical e oriental e subtropical do sul e da Arábia. É popularmente chamada de rosa do deserto



12. Pseudolithos migiurtinus é uma rara endemia de regiões áridas do leste da Somália. Este é um dos membros mais incomuns da família Asclepiadaceae ou serralha, com hastes altamente suculentas padronizadas com tubérculos hexagonais irregulares e de aspecto verrucoso - (podaria) dando a esta planta a aparência de uma pedra áspera curiosa - que se reflete em seu nome genérico, que se traduz em "rocha falsa". Na minha opinião, os caules desta planta lembram mais os frutos da laranjeira Osage, uma árvore que já foi amplamente plantada em todo o meio-oeste e em outros estados para marcar linhas de propriedade e cercas.



13. Haworthia truncata, localmente conhecida como dente de cavalo, é uma espécie de planta suculenta do gênero Haworthia. É encontrado na região de Little Karoo, no extremo leste da Província do Cabo Ocidental, na África do Sul.




14. A Senecio peregrinus, também conhecido como colar de golfinhos, golfinhos voadores, cordão de golfinhos, planta de golfinhos ou hipogrifo de Senecio, é uma notospécie suculenta de Curio na família Asteraceae.



15. Senecio rowleyanus conhecida popularmente como "rosário" ou "colar de pérolas", é uma espécie de planta suculenta, perene da família AsteraceaeNativa de regiões desérticas da África, o rosário é uma planta suculenta muito curiosa, devido à forma esférica de suas folhas, semelhantes à ervilhas. O rosário é uma planta excelente para vasos e jardineiras, mas principalmente cestas suspensas, onde seu longos ramos pendentes evidenciam toda a sua graça. É uma planta rústica e de manutenção fácil, que pode ser plantada em estufas, ambientes internos, varandas, sacadas, etc.




16. Trachyandra Tortilis é uma suculenta que tem uma vida útil incomumente longa, o que a torna ainda melhor para quem deseja uma planta que dure mais. É melhor cultivado dentro de casa, em uma sala bem iluminada com solo arenoso bem drenado. Ela cresce até 25 cm de altura e tem uma folha basal verde de 10 cm de comprimento que pode chegar a 2 cm de diâmetro. Ao contrário de outras suculentas, a espécie Trachandra tem folhas filiformes ou lineares. A planta se dobra quando finalmente floresce e torna-se rosa pálido. Como planta contribui para uma ótima decoração ao redor da casa e perfeita para tirar fotos bonitas em casa.



17. Platycerium é um gênero de cerca de 18 espécies de samambaias da família polypod, Polypodiaceae. As samambaias deste gênero são amplamente conhecidas como samambaias staghorn ou elkhorn, devido às suas folhas folhosas.



18. Com um jeitão alienígena, a Haworthia cooperi parece ter vindo de outro planeta, com suas folhas grossas e transparentes. Haworthia cooperi é uma espécie diversificada e variada do gênero Haworthia da família Asphodelaceae, endêmica da província do Cabo Oriental na África do Sul.





Fontes:

https://incrivel.club

https://succulentsnetwork.com

http://www.columbuscactusclub.com

https://www.estacaosuculentas.com

https://pt.wikipedia.org

http://www.plantasonya.com.br

https://casa.abril.com.br

https://www.jardineiro.net

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Algumas flores encontradas no Nordeste.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)