Natureza Estranha 02: Tubarão-duende


O Tubarão-duende (Mitsukurina owstoni) é um tipo especial de tubarão. É um dos animais mais assustadores e antigos que existe, praticamente um "fóssil vivo". É o único representante vivo da família Tricholoma, e a cepa tem cerca de 125 milhões de anos.

O primeiro a ser avistado foi em 1898, de lá pra cá, 45 espécimes foram avistados ao redor do mundo. Um dos registros mais recentes foi no litoral do Rio Grande do Sul, Brasil. O espécime foi capturada por um barco pesqueiro a 400 metros de profundidade em 22 de setembro de 2011. Morto, o bicho foi doado ao Museu Marítimo-FURG da Universidade Federal do Rio Grande.

Outra aparição recente ocorreu no Golfo do México em maio de 2014. Um Tubarão-duende com mais de 5 metros de comprimento foi arrastado por uma rede com mais de 600 metros junto com camarões A Administração Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos NOAA revelou em seu site que este é o segundo da espécie encontrado no Golfo do México. O primeiro foi capturada em julho de 2000.

Características Gerais.

Os tubarões-duendes podem medir de 3 a 5,4 metros e pesar mais de 210 quilos. Eles têm um corpo semifusiforme. Ao contrário de outros tubarões, as barbatanas do tubarão elfo não são afiadas, mas curtas e redondas. As barbatanas anais e pélvicas são significativamente maiores que a dorsal. Sua cauda heterocercal assemelha-se à de um tubarão debulhador, com o lobo superior proporcionalmente mais longo que os dos outros tubarões. Além disso, a sua cauda não tem lobos ventrais.

Este espécie tem a pele rosada, característica causada pelos vasos sanguíneos sob a pele translúcida. As barbatanas são azuladas. O tubarão-duende não tem uma membrana que possa ser removida. Os dentes da frente são longos e lisos, enquanto os dentes de trás são adequados para triturar alimentos.


Seu focinho é achatado e alongado em forma de faca, com minúsculas células sensoriais e mandíbula com dentes finos.

O peso do fígado de um tubarão-duende pode representar até 25% de seu peso. Isso é semelhante a outros tubarões, como o tubarão-frade e o tubarão-cobra, e contribui para a vitalidade do tubarão. Isso faz com que ele, assim como os demais peixes cartilaginosos, não necessite de uma bexiga natatória.

Habitat


Eles vivem em encostas continentais, desfiladeiros subaquáticos e montanhas subaquáticas a uma profundidade de mais de 200 m no mundo. Os adultos podem habitar em águas mais profundas do que os adultos jovens, já tendo sido encontrado a 1200 metros de profundidade, no oeste do oceano Pacífico. A espécie foi registrada nas costas do Japão, Austrália e África do Sul. 

Comportamento


Pouco se sabe sobre o comportamento desses tubarões peculiares. No entanto, acredita-se que se alimentem principalmente de lulas, camarões, polvos e outros moluscos.

Devido a baixa luminosidade nas regiões profundas onde habitam, acredita-se que ele encontra suas presas a partir de impulsos elétricos pelo seu longo nariz em forma de faca incorporado por células sensoriais.

Uma vez que o tubarão encontra sua presa, ele abre repentinamente sua mandíbula enquanto usa os músculos da língua para sugar a vítima em seus afiados dentes da frente. 


Considerando a profundidade de seu habitat, o tubarão-duende não representa uma ameaça para os humanos. Alguns exemplares foram coletados vivos e levados para aquários públicos, embora tenham sobrevivido por pouco tempo. Um deles ficou na Universidade Tokai por uma semana, e o outro no Parque Biológico Marinho de Tóquio por dois dias.

Valor Econômico

Tem pouco valor econômico. A carne pode ser seca e curada, e as mandíbulas podem obter preços elevados dos colecionadores. Os tubarões não são alvo de qualquer pescaria, mas ocasionalmente são encontrados nas redes de fundo ou nas redes de arrasto. A maioria das capturas são incidentes isolados.


Fontes:

https://pt.wikipedia.org

https://www.megacurioso.com.br

https://biologo.com.br








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)