Pages

quarta-feira, 16 de março de 2011

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)



Cacto típico de todo sertão nordestino. Invadem as serras e caatingas do nordeste. Seus galhos se arrastam pelo chão formando verdadeiros alastrados. Os espinhos são agudos brancos e se formam em um conjunto com vários espinhos. A planta é de cor verde claro. Ao lado do mandacaru é um dos frutos da caatinga disputados por colecionadores da espécie e integra alguns cardápios exóticos do Nordeste brasileiro (com pratos como o "cortado" de xique-xique). 


O Xique-xique é uma Cactaceae utilizada, pelos agricultores, como uma alternativa para alimentação dos animais em períodos de longa estiagem nas caatingas do Nordeste brasileiro. Esta planta é a última alternativa dos agricultores para salvar seus animais, devido a grande dificuldade de sua utilização. 

Foi avaliado o efeito da utilização do xiquexique sobre o ganho de peso de 12 caprinos, no período de agosto a novembro de 2005. O delineamento experimental constou de três tratamentos com quatro repetições. Os animais consumiram no período, uma média de 351,13 kg de fitomassa de xiquexique no período. O consumo diário de foi de 6,63 kg/dia.  Os animais que receberam suplementação tiveram uma perda de peso menor do que aqueles que permaneceram em pastejo contínuo na caatinga.


Floração: coloca flores rosadas protegidas por uma espécie de algodão natural produzido pela planta. As flores surgem nos meses que antecedem as trovoadas, geralmente de dezembro a janeiro.
Frutificação: os frutos são bagas de tamanho médio, verde por fora e vermelha por dentro, repletos de sementes que são muito apreciadas por aves e animais da caatinga.

19 comentários:

  1. nossa esse ''xique-xique '' é mesmo muito interessante!

    ResponderExcluir
  2. Fui criado comendo frutas de xique xique, até meus 14 anos, quando deixei o sertão para morar na cidade.
    Caro Agefran, adorei esta sua matéria sobre o xique xique.

    Cordial abraço!

    ResponderExcluir
  3. Eu vou procurar uma muda dessa planta aqui no RJ. De mandacaru já achei, agora quero encontrar uma de xique-xique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha só isso... http://lista.mercadolivre.com.br/pilosocereus-gounellei-50-cm-(-cacto-xiquexique)#stayOnWeb

      Excluir
    2. Olha só isso... http://lista.mercadolivre.com.br/pilosocereus-gounellei-50-cm-(-cacto-xiquexique)#stayOnWeb

      Excluir
    3. Aqui no meu sítio tem tanto que se torna um problema!!!

      Excluir
    4. Aqui no meu sítio tem tanto que se torna um problema!!!

      Excluir
    5. NASCI NO SEMI ÁRIDO NORDESTINO INTERIOR DA PARAÍBA CIDADE JUAZEIRINHO -PB, ESTA ÉPOCA JÁ NÃO SE ENCONTRA O FRUTO DO XIQUE-XIQUE,MAS PASSE SEU ENDEREÇO POR e-MAIL QUE ENVIAREI LOGO QUE BROTAR FRUTOS E SEMENTES
      cicerodacostafreire@gmail.com

      Excluir
  4. boa tarde essa fruta parece muito a pitaya que custa em torno de 30 reais cadas fruta, sera que e a mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde! Não é a Pitaya, a Pitaya é esta: https://belezadacaatinga.blogspot.com.br/2014/03/pitaya-hylocereus-undatus.html. Obrigado pela participação.

      Excluir
    2. Ter vivido isso ai é ser realmente Nordestino amo .

      Excluir
  5. Adoro!!! Sou de Xique Xique - Bahia

    ResponderExcluir
  6. Sou de Curitiba,resido em João Pessoa a 50 anos,conheço o xique xique, mas nunca soube a origem do nome.

    ResponderExcluir
  7. Sou de Curitiba,resido em João Pessoa a 50 anos,conheço o xique xique, mas nunca soube a origem do nome.

    ResponderExcluir
  8. Segundo Luiz Caldas Tibiriçá, xique xique é um termo onomatopaico, possivelmente originado do som das sementes no fruto seco.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About