Bico-de-Tamanco: A Ave Capaz de Decapitar um Crocodilo Filhote

 

 

Postado originalmente em: Mega Curioso

A natureza está cheia de animais estranhos; alguns são tão sinistros que parecem ter saído diretamente de algum momento pré-histórico. Esse é o caso do Balaeniceps rex, popularmente conhecido como bico-de-tamanco, uma ave com quase 1 metro e meio de altura e bico grande em formato de sapato, que deu origem ao seu nome.

Acostumado a viver em áreas pantanosas, esse pássaro não migratório é encontrado na área central do continente africano, principalmente no sul do Sudão e em Uganda. Ele se alimenta basicamente de peixes e rãs; porém, na falta de suas "comidinhas básicas", pode até lanchar um filhote de crocodilo!

Cegonha, pelicano ou dinossauro?

(Fonte: Michael Gwyther-Jones/Flickr/Reprodução)(Fonte: Michael Gwyther-Jones/Flickr/Reprodução)

Com sua aparência "dinossáurica", o bico-de-tamanco compartilha traços com cegonhas e garças, além de métodos predatórios bem violentos iguais aos dos pelicanos. Entretanto, na verdade, os cientistas acreditam que seus parentes mais próximos realmente sejam os cabeça-de-martelo.

Cabeça-de-martelo, o parente mais próximo do bico-de-tamanco. (Fonte: Sebastian Ritter/Wikipedia/Reprodução)Cabeça-de-martelo, o parente mais próximo do bico-de-tamanco. (Fonte: Sebastian Ritter/Wikipedia/Reprodução)

Metralhadora: bom para acasalamento e afastar inimigos

(Fonte: Rafael Vila/Flickr/Reprodução)(Fonte: Rafael Vila/Flickr/Reprodução)

O estranho bico desse pássaro é forte e espaçoso o bastante para devorar peixes grandes em poucas bocadas e, ainda, lhe permite emitir um som de cliques que se assemelha ao de uma metralhadora, para afastar predadores e atrair parceiros na época do acasalamento.

No calor, vale de tudo para se manter fresquinho

(Fonte: Nik Borrow/Flickr/Reprodução) 

(Fonte: Nik Borrow/Flickr/Reprodução)

Para enfrentar as altas temperaturas dos pântanos africanos, essas aves utilizam uma forma prática, mas um tanto estranha, para se refrescarem: defecam e urinam nas próprias pernas, a fim de criar um efeito de resfriamento.

Além disso, assim como outras espécies de pássaros, eles realizam a vibração gular, uma técnica que bombeia os músculos da garganta para ajudar a liberar o excesso de calor corporal (melhor do que a primeira alternativa, né?).

Espécie vulnerável

(Fonte: Muzina Shanghai/Flickr/Reprodução)(Fonte: Muzina Shanghai/Flickr/Reprodução)

Mesmo sendo considerado um temido e altivo predador, o bico-de-tamanco é muito popular entre os observadores de pássaros e já foi adorado por algumas culturas, como os antigos egípcios.

Porém, essa fama tem um preço: atualmente, ele é considerado uma espécie vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza, com uma população máxima estimada entre 3,3 mil e 5,3 mil. 

Isso se deve basicamente à diminuição de seu habitat natural e à caça excessiva por sua aparência rara, com colecionadores particulares em Dubai e na Arábia Saudita pagando US$ 10 mil (cerca de R$ 55 mil) por um exemplar vivo.

Vamos torcer para que o aumento dos esforços de conservação ajudem a manter a população dessa ave estranhamente adorável viva por muito tempo.

 

Fonte: https://www.megacurioso.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)