Pages

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Acelga Arcoires - Beta vulgaris subsp. cicla var. flavescens 'Bright Lights'

A Acelga Arco-íris é uma hortaliça comestível e ornamental. É uma planta atraente para hortas devido ao seu colorido. As cores são devidas a pigmentos vegetais chamados betalaínas. As betalains são encontradas apenas em plantas pertencentes à ordem Caryophyllales e, curiosamente, o gênero de fungos Amanita.

Nas folhas propriamente ditas são apenas dois tons: verde ou vinho. Já as nervuras e os talos chamam a atenção de longe por, conforme o cultivar da herbácea, serem brancos, amarelos, cor-de-rosa, laranja e até vermelhos. Independentemente da opção escolhida, uma coisa é certa: a acelga-ornamental não passará batida.

Valor Nutricional

Rica em antioxidantes e nutrientes como o cálcio e magnésio, a acelga-ornamental fica uma delícia crua em saladas; refogada com outros legumes e hortaliças; no recheio de tortas e massas; e até substituindo a couve nos tradicionais charutinhos da culinária árabe.

Cultivo


A acelga é fácil de cultivar e incrivelmente rica em nutrientes. Se deixada no chão durante o inverno, pode fornecer uma colheita extremamente precoce na primavera seguinte.

Semear diretamente no solo preparado, de março a agosto, a uma profundidade de 1 cm em brocas separadas por 30 cm e mudas finas a 7 cm. Para o plantio em vaso, escolha um recipiente de cerca de 30 cm de altura por 30 cm de diâmetro, prepare uma camada drenante com argila expandida e manta bidin, e depois acrescente terra para plantio misturada com cinco litros de composto orgânico. 

No plantio de sementes, as folhas jovens podem ser colhidas para uso em saladas após oito semanas. Deixe as plantas amadurecerem para folhas maiores.

Para manter a planta sempre saudável, basta regar a cada dois dias as plantas que estiverem em vasos e duas vezes por semana as cultivadas em canteiros. Já no que se refere às adubações, duas aplicações anuais – uma de fertilizantes orgânicos e outra de químicos – é o suficiente. “Na primavera, use 20 g de NPK 10-10-10. Já no outono, escolha entre 20 g de esterco de galinha ou farinha de osso”, indica Cristiano Kuhn, da Floricultura Úrsula.
Usando-se mudas no plantio, depois de um mês as folhas da acelga já estarão prontas para serem colhidas e incorporadas às receitas, e o ideal é começar cortando as mais externas, que são as mais velhas. Caso as folhas não sejam consumidas e comecem a murchar, Kuhn recomenda uma poda de limpeza. “Corte-as com uma tesoura de poda e deixe apenas 5 cm do talo”, explica.


Fontes:
https://botanyphoto.botanicalgarden.ubc.ca
https://revistanatureza.com.br
https://www.gardenersworld.com








0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About