Pages

Mais Visualizados

Boa-noite - Catharanthus roseus.

A Catharanthus roseus é uma planta rústica e pouco exigente nativa e endêmica de Madagáscar. Na natureza selvagem esta espécie se encontra em processo de extinção, isso por causa da destruição do habitat pela queima e a agricultura.

Flores do Nordeste

Algumas flores encontradas no Nordeste.

Cica - Cycas revoluta

As Cycas, único gênero nessa família, são verdadeiros fósseis vivos, tendo sido muito abundantes no período jurássico.

Mucunã - Mucuna pruriens

A mucunã é uma planta pertencente à família Fabaceae. É conhecida popularmente como mucunã, mucunã-de-caroço e olho-de-boi, e encontra-se distribuída nas regiões de Planta proveniente da Índia, reconhecida pelas suas propriedades afrodisíacas.

Noni - Morinda citrifolia

O Noni contém muitos alcalóides que ajudam ao corpo humano a regenerar as cédulas danificadas e a incrementar as defesas do mesmo, de forma natural.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

As 10 Plantas Carnívoras Mais Exóticas e Curiosas do Mundo

Plantas Carnívoras
As plantas carnívoras são seres que habitam de forma assustadora muito do imaginário das pessoas, desde a infância até a vida adulta. Grande parte desse conceito vem de filmes, desenhos animados ou games, que as retratam como verdadeiras “assassinas devoradoras de carne”.

Na realidade, elas não são cruéis e amedrontadoras como se vê em algumas produções televisivas, e algumas chegam até a ser bonitas e atrativas para decoração. De fato, a maioria dessas plantas chamadas carnívoras come insetos, exceto algumas,  como uma nova espécie que apresentamos aqui recentemente e que também pode capturar pequenos roedores e aracnídeos. Outra planta que mostramos aqui pode ser um pouco mais assustadora na medida em que se alimenta de ovelhas inteiras
.
De qualquer forma, tirando a imagem aterrorizante que algumas pessoas têm sobre essas espécies, elas podem demonstrar características bem interessantes. Por isso, nós trazemos uma lista de seis dessas variedades de plantas carnívoras e algumas curiosidades sobre elas.

1. Darlingtonia californica

Captura insetos por meio de um buraco no qual eles entram e são envolvidos em uma secreção viscosa imobilizadora. Também é conhecida como planta-cobra.

2. Nephentes rajah

São da mesma família da planta recentemente encontrada nas Filipinas e que mencionamos no início. Originárias da ilha de Bornéu, também se alimentam de insetos e, para tanto, utilizam um jarro anexo às suas folhas. Estão entre as maiores espécies de plantas carnívoras conhecidas e, em casos mais raros, podem atingir até meio metro de altura.

3. Drosera spatulata

Com movimentos lentos, essa planta captura suas presas por meio de tentáculos presentes nas folhas. Para segurar as presas, ela libera um líquido pegajoso produzido pelos tentáculos.

4. Drosophyllum lusitanicum

Único exemplar da família Drosophyllaceae, essa planta tem como característica a capacidade de capturar vários insetos ao mesmo tempo por meio de seus pelos. É originária da região norte do Marrocos, da Espanha e de Portugal.

5. Dionaea muscipula

Mesmo com seu tamanho pequeno em relação a outras espécies (chega no máximo a 10 cm de altura), é extremamente eficiente e ágil na captura de insetos. Com a rara característica de conseguir realizar movimentos, leva 0,3 segundo para abocanhar as presas. Além de invertebrados, pequenos sapinhos e lagartixas também podem cair na emboscada preparada por esta espécie.

6. Sarracenia

Possuem 15 espécies classificadas em três gêneros de plantas carnívoras: Darlingtonia e Sarracenia com origem na América do Norte e Heliamphora nativas da América do Sul.



As plantas são coloridas e exalam um cheiro provenientes de seu néctar que atrai os insetos. Depois que estes entram em suas folhas com formato tubular são aprisionados e digeridos na água e enzimas digestivas ali acumuladas. Os insetos funcionam como um suplemento nutricional visto que os solos onde geralmente elas crescem são pobres em nutrientes.

7. Genlisea

Geralmente conhecida como planta saca-rolhas é composta por 21 espécies que crescem , geralmente em terreno úmido ou semi aquáticos, sendo encontradas na África, América Central e do Sul.


Possuem pequenas flores amarelas que são utilizadas como armadilhas para captura de suas presas. Fazendo as entrar e impedindo as vitimas de saírem devido aos pelos em forma de espiral. Essas plantas possuem dois tipos diferentes de folhas. As acima dos solo e outras no subsolo com o intuito de prender e digerir organismos como protozoários e pequenos insetos. Essas folhas sob a terra são ocos e tem uma forma em espiral para a frente e com a ajuda do fluxo de água constante , micróbios podem entrar mas não conseguem sair sendo digeridos e absorvidos.

8. Utricularia

De acordo com a wikipédia possuem 618 espécies e são plantas aquáticas, vivendo em água doce ou solos úmidos presentes em quase todos os continentes.



Estas plantas possuem um curioso tipo de armadilhas, muito pequenas podendo variar de 0,2 a 1,2 mililitros. Podem capturar presas como pulgas da água e até pequenos girinos. As armadilhas tem pêlos que funcionam como gatilhos presas a um alçapão, quando os pelos são estimulados o alçapão se abre, suga o inseto e a água ao redor e fecha-se novamente em questão de 10 milionésimo de segundos.

9. Pingucula

Nativas da Europa, Ásia e Américas esta planta possui 77 espécies distintas utilizando armadilhas parecidas com o das droseras: possuem uma glândula para atrair , aprisionar e diferir os insetos através de substancias pegajosas.
Plantas Carnívoras


Suas folhas são suculentas e geralmente brilhantes que atraem a presa que por ali mesmo ficam presas e digeridas. Vivem em solos de conteúdo mineral pobre e retiram seus nutrientes dos insetos.

10. Dionaea muscipula

Também conhecidas como plantas roda de água, é uma fascinante planta sem raízes, vivendo na água. Ela se alimenta de pequenos vertebrados aquáticos.



Seu método de captura consiste em dois lóbulos cobertos de pêlos que, quando estimulados, fazem com que a armadilha se feche em apenas 10 milissegundos prendendo sua vitima como um dos mais rápidos movimentos de plantas existentes na natureza.
Fontes:
http://www.megacurioso.com.br
http://www.putsgrilo.com.br

 

Blogger news

Nº de Visualizações

About