Natureza Estranha 04: Cobra-Pênis


Na verdade, este bicho estranho não é uma cobra. É um raro anfíbio gimnofiono da família Typhlonectidae de nome científico Atretochoana eiselti. 

Também chamada de "cobra-mole", o Atretochoana eiselti é um anfíbio cilíndrico, muito semelhante às cobras. Ele é parente das salamandras, sapos, pererecas e rãs. É, provavelmente, o maior anfíbio sem pulmões já encontrado, já que o animal respira através da pele.


Sua pele é semelhante a do Typhlonectes compressicauda, do T. natans e do Potomotyphlus kaupii.

As características que o distingue das outras espécies próximas são: a coana selada, a ausência de pulmões e de vasos sanguíneos pulmonares, a articulação mandibular pós-cranial, os estribos alongados e com direção posterior, um músculo cranial associado aos estribos, ligando estes às bochechas, uma abertura intermediária tentacular posicionada entre o olho e a narina externa, um sulco tentacular não encoberto por osso e o corpo lateralmente comprimido com uma barbatana mediana dorsal.


Recentemente o biólogo e herpetologista Juliano Tupan, que descobriu algumas espécimes do raríssimo Atretochoana eiselti no rio Madeira, em Rondônia.

Até então, apenas dois espécimes deste raro anfíbio havia sido encontrados. Um na década de 1920 e o outro em 1998. Assim, pouco se sabe sobre essa espécie. Porém, baseado nas novas descobertas, acredita-se que a espécie tenha distribuição ampla pela Amazônia brasileira e que possivelmente ocorra também na Bolívia.


Segundo o biólogo Juliano Tupan, um aspecto importante da descoberta é a confirmação do local onde o animal vive. “Agora temos certeza de que esse animal está presente na bacia do Rio Madeira, que vai até a Bolívia, e no Pará”, disse.


Fontes:
https://www.blogs.unicamp.br
https://brasil.mongabay.com
https://pt.wikipedia.org
https://www.icmbio.gov.br



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Boa-noite - Catharanthus roseus.

Xique-Xique (Pilocereus gounellei)